segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

10 Fatos Provam Que Abraçar Faz Bem à Sua Saúde

Um abraço pode mostrar como nos sentimos em relação a alguém, e não só
é uma ótima maneira de se relacionar com os outros, como também nos
faz sentir bem. Entretanto, surpreendentemente, abraçar tem vários
benefícios para a saúde física também: cientistas descobriram que
quando abraçamos um ente querido, o hormônio oxitocina é liberado na
corrente sanguínea.
Esse hormônio reduz a pressão arterial, o estresse
e a ansiedade, além de melhorar a sua memória. Ele também está ligado
à afetividade e, por isso, é conhecido como "o hormônio do amor".

Mas, com todos esses benefícios (e mais), nós devemos ser seletivos
com quem abraçamos? A resposta é "sim": De acordo com uma pesquisa
realizada na Universidade de Viena, dar um abraço educado em alguém
que não conhecemos direito pode ter o efeito oposto. Aliás, quando
recebemos abraços indesejados - seja de estranhos ou pessoas que
conhecemos, o hormônio oxitocina não é liberado - em vez disso,
liberamos cortisol, o hormônio do estresse, e por causa disso os
níveis de ansiedade aumentam.

Então, antes de dar um abraço em alguém, certifique-se de que ele será
retribuído. Fora isso, aqui estão 10 razões pelas quais devemos
abraçar nossos entes queridos com mais frequência.

1.   Abraçar combate o resfriado comum e a gripe. Um abraço por dia
pode combater infecções e resfriados relacionados ao estresse. Isso
foi confirmado por estudos realizados na Carneige Mellon University,
onde verificou-se que o abraço é eficaz na proteção de pessoas com
vulnerabilidade induzida pelo estresse, como infecções virais.

2. Abraçar estimula o sistema imunológico. Além de elevar o seu
espírito e fazer você se sentir bem, o hormônio oxitocina, que é
liberado quando abraçamos, também aumenta a presença de outros
hormônios que combatem infecções. O efeito combinado de se sentir bem
e saudável, por sua vez, ajuda a impulsionar o sistema imunológico.

3. Abraçar ajuda a aliviar a dor. Enquanto abraços têm a capacidade de
estimular o sistema imunológico, a oxitocina também diminui os níveis
de dor. É por isso que, normalmente, quando sentimos dor, a nossa
resposta natural é massagear a área afetada: verificou-se que mesmo um
simples toque libera oxitocina o suficiente para nos sentirmos melhor.

4. Abraçar abaixa a pressão arterial. Mais uma vez, a oxitocina
desempenha um papel importante aqui, uma vez que reduz o cortisol no
organismo, diminuindo assim a pressão arterial. Além disso, no momento
em que abraçamos uma pessoa, um tipo de receptor de pressão na pele,
conhecido como Corpúsculo de Pacini, é ativado e envia sinais para o
cérebro, que por sua vez também trabalha para reduzir a pressão.

5. Abraçar relaxa a tensão muscular. Abraços relaxam a tensão no corpo
combatendo a dor e melhorando a circulação sanguínea. Eles também
promovem o fluxo de sangue nos tecidos moles, relaxando assim os
músculos tensos.

6. Abraçar  promove a saúde do cérebro e memória. Mais um benefício da
oxitocina: quando esse hormônio é liberado através de abraços, ele
aumenta nosso poder de memória, além de estimular o sistema nervoso
parassimpático, ajudando nosso cérebro a encontrar um equilíbrio entre
a atividade e a serenidade.

7. Abraçar queima calorias. Embora seja difícil acreditar, abraçar
queima cerca de 12 calorias - pode não ser muito, mas já ajuda, não é
mesmo?

8. Abraçar reduz o risco de doenças cardíacas. Como você pode ter
suspeitado - graças à oxitocina! Como esse hormônio desempenha um
papel vital em manter baixos seus níveis de estresse, ansiedade e
pressão arterial, ele também contribui para diminuir o risco de
doenças cardíacas.

9. Abraçar reduz preocupações com a mortalidade. De acordo com um
estudo publicado no periódico Psychological Science, abraços têm a
capacidade de diminuir nosso medo da morte. O estudo também examinou
os efeitos de abraçar um objeto inanimado, como um ursinho de pelúcia,
e descobriu que isso é o suficiente para acalmar os medos existenciais
de algumas pessoas. Também foi descoberto que simplesmente imaginar
que você abraça uma pessoa que ama pode liberar serotonina, dopamina e
endorfina no cérebro, provocando sentimentos de felicidade e alegria.
Isso anula as preocupações relacionadas à mortalidade, pois esses
hormônios contribuem para níveis mais baixos de estresse.

10. Abraçar eleva o seu humor. Quando os seus níveis de serotonina
estão baixos, você fica mais propenso a ter sentimentos relacionados a
depressão e solidão, mas abraçar alguém pode aumentar a produção dessa
substância, ajudando a melhorar o seu humor, bem como a sua
autoestima. Portanto, se você está se sentindo um pouco pra baixo, dê
um grande abraço em quem você ama!
Loading...